Estamos em guerra 728×90

 

Foto: Reprodução Rede Social

Neste início de semana produtores da Agrovila Renascer procuraram a reportagem do Extra de Rondônia com denúncias de desmandos da diretoria, a exemplo do que aconteceu em setembro, leia (AQUI).

Desta vez o caso atinge várias chácaras da agrovila, que estão privadas de abastecimento de água depois que a Energisa suspendeu fornecimento de energia por falta de pagamento.

O denunciante da situação é Hernandes Henrique da Silva Soares, cuja família está enfrentando o problema e por perder produção de tomate calculada em cerca de 20 mil reais. Ele relata que a diretoria da associação que dirige o complexo não pagou as contas de energia do padrão correspondente a bomba d’água que atende a maioria dos produtores, deixando-os sem abastecimento. Só estão livres do problema aqueles que dispõe de poço artesiano próprio, o que inclui membros da diretoria da associação.

Segundo o denunciante, foram pedidas providências a prefeitura e ao SAAE para fornecimento de água, “mas apesar da boa vontade, o atendimento emergencial prestado não é suficiente para a demandar, e a produção de vários chacareiros está sob risco de ser perdida. “A maioria deles não tem como arcar com mais este prejuízo”, disse o denunciante.

O caso foi levado ao conhecimento do deputado Luizinho Goebel (PV), que já destinou recursos à agrovila os quais estão sendo desperdiçados. “Estamos fazendo o possível para chamar a atenção das autoridades a respeito dos problemas que estão acontecendo na agrovila, e pedindo intervenção de quem tenha autoridade para colocar ordem nas coisas”, apela o denunciante.

Ele garante que os problema atual foi provocado pela diretoria, que mesmo tendo recebido o dinheiro dos chacareiros para pagar a conta de energia não fez o pagamento, dando direito a Energisa suspender o fornecimento e deixando a maioria dos chacareiros em situação crítica.

O Extra de Rondônia deixa espaço a qualquer membro da diretoria caso queria se pronunciar sobre o assunto.

 

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO