Estamos em guerra 728×90

 

O fato foi registrado pela Polícia Militar (PM), na noite de domingo, 12, na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena.

Conforme Boletim de Ocorrência (BO), uma guarnição foi chamada num bar, localizado na Rua 22, em Chupinguaia, onde ao chegar no local, encontraram os envolvidos numa briga, identificados pelas iniciais D.F.S., de 39 anos, e A.A.R., de 32 anos, na frente do estabelecimento, D., estava de posse de uma faca tipo peixeira de aproximadamente 40 centímetros de lâminas, ameaçando A.

Foi dada ordem para que D., largasse a faca, na qual foi obedecida. Foi observado que D., estava com hematoma na cabeça, alegando que A., o atingiu com um pedaço de madeira.

D., foi levado ao posto de saúde, onde foi atendido por um médico que disse que o ferimento não era grave.

Em contato com a proprietária do bar, esta contou aos militares que D., chegou no estabelecimento pedindo pinga, se não desse ele iria quebrar tudo. Com isso, A., que estava no bar saiu em defesa da comerciante, já que D., havia desferido um soco na cabeça dela. A., para se defender pegou um pedaço de madeira e acertou um golpe na  cabeça de D.

Diante dos fatos, o caso foi registrado para providências cabíveis.

 

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO