Estamos em guerra 728×90

 

Crime acontece numa oficina mecânica no pátio do Posto Parada Grande / Foto: Divulgação

O delegado Núbio Lopes, responsável pela Delegacia Especializada na Repressão de Crimes Contra Vida (DERCCV), confirmou na tarde desta quarta-feira, 12, a prisão de dois suspeitos de serem os mandantes do assassinato do caminhoneiro Emerson Valdir Mattes, de 43 anos.

O crime ocorreu em 27 de janeiro deste ano, em uma oficina mecânica no pátio do Posto Parada Grande, em Vilhena.

De acordo com Núbio, após uma investigação sigilosa, agentes da DERCCV cumpriram mandados de busca e apreensão de alguns objetos utilizados no dia do crime.

“Os mandantes do crime já estão presos; maiores detalhes dessa investigação vamos apresentar na próxima semana, na qual realizarei uma coletiva de imprensa”, informou o delegado ao Extra de Rondônia.

O CRIME

Emerson foi executado a tiros ao encostar o caminhão na oficina para realizar um serviço, quando foi surpreendido por um homem num carro VW Gol de cor preta, sem placa.

O passageiro que estava encapuzado e camiseta azul, desceu do veículo e efetuou cinco tiros na vítima, que morreu no local.

Após o crime, o assassino entrou no automóvel e empreendeu fuga em direção a Porto Velho. O caminhão pertence a Fazenda São Domingos e Emerson morava em Vilhena (leia mais AQUI).

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO