Estamos em guerra 728×90

 

Simone Lucatto / Foto: Extra de Rondônia

No sábado 30 de maio, é comemorado o “Dia Mundial da Esclerose Múltipla” e para saber mais sobre a doença a reportagem do Extra de Rondônia conversou com a médica neurologista Simone Lucatto, de 28 anos, para abordar o tema.

De acordo com a especialista, a esclerose múltipla é uma doença inflamatória auto-imune, ou seja, vem do sistema imunológico que ao invés de cumprir com a função de proteção do corpo acaba agredindo algumas estruturas de funcionamento.

A principal estrutura atingida pela doença é a bainha de mielina, que serve como uma espécie de capa para os nervos e neurônios, e que acaba atrapalhando a condução dos estímulos cerebrais e medular para o restante do corpo.

A especialista pontua ainda que a esclerose múltipla não é congênita e nem hereditária, mas há genes e pessoas que possuem pré-disposição para a doença. O público acometido geralmente são mulheres entre 20 e 40 anos, há casos também de crianças, adolescentes e homens.

Os sintomas mais marcantes da doença são visão turva ou borrada, desequilíbrio, perda de força em alguns membros, além da falta de sensibilidade e formigamento nas mãos ou pés. “Quando o paciente passa a ter um sintoma novo e que não teve um desencadeante é fundamental que um médico avalie”, destacou ela.

Lucatto explica que não há uma profissão que desencadeie a esclerose, porém  fatores virais e tabagismo podem intensificar a doença.

Ainda não há cura para esclerose múltipla, mas há um tratamento para controle. “Há períodos de grande atividade e não atividade. A função do medicamento é não deixar a doença ficar ativa. Nós diminuímos o risco das pessoas desenvolverem novas lesões, por isso a importância de um diagnóstico precoce”.

DIA MUNDIAL DA ESCLEROSE MÚLTIPLA

Criado pela Federação de Esclerose Múltipla, no dia 30 de maio, é comemorado o dia mundial da doença. A ação conta com apoio de várias associações de diversos países. No Brasil é representado pela Associação Brasileira Esclerose Múltipla (Abem) que desenvolve atividades de conscientização.

No biênio de 2020-2022 o tema da campanha é conexões com o meio em que o paciente vive e a conscientização do diagnóstico. 

CONSULTAS

A neurologista acaba de integrar a equipe da Mega Imagem de Vilhena e fará atendimentos na região, para agendar um horário basta entrar em contato através dos telefones 3322-1301 / 3322-1307, ou ir até a clínica, localizada na Rua Carlos Sthal, 4968, Jardim Eldorado. Para mais informações acessar a página oficial da médica no Instagram.

MAIS SOBRE A PROFISSIONAL

Simone Lucatto é médica neurologista formada pela Santa Casa de Londrina, tendo complementação na área de doenças neuroimunologicas pela Santa Casa de São Paulo.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO