Estamos em guerra 728×90

 

Foto: Ilustrativa

Os preços da carne suína na China continuaram em queda na semana passada, com a oferta superando a demanda, mostraram os dados oficiais.

De acordo com o Ministério da Agricultura, de 18 a 22 de maio, o índice de preços médios da carne suína em 16 regiões o preço ficou em US$ 5 por quilo, um declínio de 0,8% em termos semanais.

A queda nos preços ocorreu depois que o governo adotou medidas multifacetadas para aumentar a oferta, incluindo a liberação de reservas de carne suína congelada e a expansão das importações.

Para atenuar o impacto da pandemia do novo coronavírus, a China aumentou o apoio financeiro, incluindo subsídios e empréstimos, aos principais distritos produtores de suínos para restaurar a produção.

A produção de carne suína deverá atingir 48 milhões de toneladas neste ano, 5 milhões a mais do que no ano passado, de acordo com um relatório da Academia Chinesa de Ciências Sociais.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO