Estamos em guerra 728×90

 

Foto: Reprodução

O governador Marcos Rocha sancionou o projeto encaminhado para a Assembleia Legislativa e que define aumento salarial para a PM e Polícia Civil, as duas únicas categorias beneficiadas com reajuste nos últimos meses, no entanto o aumento entrará em vigor apenas após a pandemia causada pelo Coronavírus e se o Estado tiver capacidade financeira.

Com o aumento delegados da classe especial passarão a receber R$ 21.740,93 e um coronel da PM, R$ 15.762,81.

O texto da Lei 4.781 foi publicado nesta quinta-feira (27) no Diário Oficial do Estado.

Protestos de servidores da Saúde

Categorias ligadas ao setor de saúde realizaram protestos porque não foram beneficiados. Também foi publicada nesta quinta-feira a Lei 4.782, que garante indenização de R$ 300 aos servidores que estão atuando no enfrentamento ao Coronavírus.

Alterações na Lei – Servidores da Saúde

Houve alterações na Lei, que beneficia profissionais da área da saúde que estejam lotados nas unidades de saúde e nos setores administrativos, “exceto àqueles que estejam em serviço de Home Office, afastados ou por qualquer outro motivo que impeçam suas atividades”.

Outros beneficiados pela Lei

Serão os servidores e militares da segurança pública tenham exercido suas atividades no mínimo 4 (quatro) vezes no mês, em escalas de plantão de serviço ostensivo, investigativo ou de fiscalização, “excetuando-se aos que estejam em Home Office, atividades internas e administrativas ou afastados por qualquer motivo que os impeçam suas atividades”.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO