Estamos em guerra 728×90

 

Foto: Ilustrativa

Mais do que nunca a agricultura de precisão é uma ferramenta fundamental dentro das propriedades brasileiras. Com o cenário de pandemia causado pela Covid-19, otimizar tempo, aplicar bem um investimento e diminuir mão de obra respeitando o distanciamento social, são muito importantes para que no final o produtor possa entregar o alimento que vai as mesas no Brasil e até de fora do país.

Um bom exemplo dos resultados da utilização da agricultura de precisão vem de Araxá (MG). Guilherme de Souza Borges Cruvinel é produtor rural e, também, presta serviços em consultoria agronômica e Agricultura de Precisão. Segundo ele, quando o objetivo é aumentar a produtividade, a tecnologia é fundamental.

“A agricultura de precisão otimiza a utilização dos insumos, com aplicações precisas, recomendações diferenciadas e investimentos com base na fertilidade, resposta e capacidade de produzir das áreas de cultivo”, analisa.

Para melhorar a performance do trabalho de aplicação de fertilizantes e corretivos, Cruvinel adquiriu um distribuidor de adubo e materiais, Master DH BI S da Piccin Tecnologia Agrícola, empresa especialista no preparo do solo.

“Adquirimos este implemento em 2016 por ouvirmos falar muito bem da máquina e realmente sentimos uma melhora no rendimento das aplicações, sem contar a diferença na qualidade da aplicação e, também, na fácil operação dos controladores de taxa variável”, complementa.

BENEFÍCIOS

O distribuidor da Piccin no caso de Cruvinel é dotado de um sistema de taxa variável e controladores de funções hidráulicas, comporta e distribuição por pratos. A economia em insumos que o equipamento e sua tecnologia podem proporcionar é de até 20%. Isso porque a eficiência na hora da aplicação é maior, mas, como destaca o técnico em agricultura de precisão da empresa, Paulo Padilha, e ao mesmo tempo o impacto ambiental também é menor, pois há menos residual. “O resultado final é um aumento médio na produtividade de 6%”, destaca.

ACESSIBILIDADE

Não há dúvidas de que a tecnologia traz uma série de benefícios para o agricultor, porém nem todos têm condições de adquirir e manter um distribuidor com taxa variável. Por isso, além de utilizar a máquina em áreas próprias, Cruvinel explica que o distribuidor está sendo utilizado para atender a demanda de outras propriedades, ajudando a popularizar a agricultura de precisão na região.

“Nós fazemos serviços de aplicação de corretivos e adubos para várias propriedades, assim conseguimos difundir a agricultura de precisão na região através da prestação de serviços para clientes que não possuem o equipamento”, comenta.

O distribuidor trabalha durante toda a entre safra, após a colheita da safrinha e antes do plantio da safra, sendo que a maior utilização é durante os meses de julho e agosto até os meses de novembro e dezembro.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO