Estamos em guerra 728×90

 

Ambulância de Colorado, na qual transportava a paciente com covid-19/Foto: Extra de Rondônia

Uma médica e uma enfermeira do Hospital Municipal de Colorado do Oeste, procuraram a Delegacia de Polícia Civil de Vilhena, no início da noite desta quarta-feira, 01, para registrar um boletim de ocorrência contra o Hospital de Regional de Vilhena (HRV) por omissão de socorro a uma paciente daquele município diagnosticada com covid-19.

De acordo como informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, uma moradora de Colorado do Oeste, que foi diagnosticada com o novo coronavírus, devido seu estado delicado de saúde foi encaminhada para o Hospital Regional de Cacoal (HRC).

Contudo ao chegar em Cacoal, a equipe foi informada pela direção do HRC, que não tinha vaga para a paciente ser internada.

Com isso, a paciente foi trazida para o HR de Vilhena. Porém, ao chegar na unidade hospitalar, a equipe que acompanhava a paciente teria sido informada por ordem do secretário de saúde que mulher não seria internada devido à falta de leito para pacientes com covid-19 e que a internação seria apenas para pacientes que moram em Vilhena.

Insatisfeita com a atitude do secretário de saúde, a equipe médica que estava acompanhando a paciente procuraram a delegacia para registrar um boletim de ocorrência. Todavia, durante o registro do boletim, a equipe recebeu uma ligação da direção do HRV, na qual pediu para que não registasse a ocorrência pois a situação seria resolvida.

Com isso, a equipe deixou a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e levaram a paciente para o HRV.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO