Estamos em guerra 728×90
Casal de dentistas Dionelia Giacometti e Eldon Mai / Foto: arquivo pessoal

Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena relata: o casal de idosos Eldon Mai e Dionelia Giacometti foram golpeados, amordaçados com um pedaço de pano e enforcados até a morte.

O crime, com requintes de crueldade, aconteceu em Colorado do Oeste e teria sido planejado pelos inquilinos do casal identificados como Nilmar dos Santos e Francinéia Costa de Oliveira.

Eles foram detidos quando, conduzindo um carro Fiat, modelo Siena Fire, tentavam cruzar a barreira da Polícia Rodoviária Federal entre os Estados de Rondônia e Mato Grosso, na cidade de Vilhena (leia mais AQUI e AQUI).

Detido pela PRF, Nilmar, que conduzia o veículo, não possuía CNH e apresentou apenas o licenciamento veicular do ano de 2014 e afirmou ter pegado o carro emprestado por Dionelia.

Após questionamentos, Nilmar confessou ser um dos autores do crime e informou que era inquilino e vizinho do casal de idosos. Alegou que passava dificuldades financeiras e o vencimento do aluguel estava próximo.

Ao revelar detalhes do crime, Nilmar informou que na tarde de domingo, 5 de julho, disse que aproveitou o momento em que Dionelia foi retirar o lixo doméstico e a atraiu até o interior de sua casa alegando vazamento de água. Ela foi recebida com um golpe com um pedaço de madeira,  amordaçada com um pedaço de pano e enforcada a morte.

Depois, levou o corpo ao banheiro, deixando-o lá. O suspeito informou que retirou os dedos indicadores e polegares de ambas as mãos da vítima para tentar realizar saques bancários.

Mais tarde, Eldon também foi abordado pelo suspeito e, sob a mesma argumentação, foi levado até o interior da casa, onde foi estrangulado até a morte.

Narra o BO que na madrugada de domingo para segunda-feira, o suspeito colocou os corpos das vítimas no porta-malas do carro e os conduziu com a intenção de ocultá-los.

O corpo de Dionelia foi localizado em via pública sem pavimentação na região de Corumbiara e o de Elton na região de Chupinguaia.

PASSO A PASSO DO CRIME

Ao ser abordada pelos policiais, Francinéia informou nome falso, identificando-se como Juncinéia Souza Costa. Porém, ao serem encontrados seus documentos pessoas, foi confirmado – após consulta aos sistemas judiciais – que tem Mandado de Prisão em aberto.

Interrogada, afirmou só ter tomado conhecimento do assassinato das vítimas – cuja autoria atribui ao seu companheiro, durante o trajeto de Vilhena para Comodoro.

Todavia, entre seus pertences, foi encontrado um caderno com anotações que indicam um passo a passo de como proceder em determinada situação criminosa. Inicialmente, a suspeita negou a autoria do texto escrito no caderno, porém a sua filha menor, confirmou que era anotações realizadas pela própria mãe.

Ainda, conforme o BO, a suspeita acompanhou seu companheiro no momento de tentativa de saque em agência bancária (conforme informado por ela e identificada em filmagem de segurança de estabelecimento comercial) tentando utilizar cartão de crédito possivelmente de uma das vítimas.

Ainda, a Polícia Militar se deslocou até um hotel da cidade onde a família se hospedara e foi localizado o filho mais velho do casal identificado como Carlos Eduardo Costa dos Santos, o qual foi conduzido à delegacia sob q qualificação de autor de tráfico de drogas e participe do latrocínio – roubo seguido de morte . O mesmo afirmou ser usuário de drogas e com ele foram encontradas substâncias análogas à maconha. Ele estava acompanhado de uma menor a qual afirmou ser sua companheira.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO