Estamos em guerra 728×90

 

Uma médica de 28 anos, que atendia uma paciente de 27, e seu marido de 76, com suspeita de coronavírus no hospital municipal de Chupinguaia, chamou a Polícia Militar (PM) para registar perturbação de sucesso e ameaça.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante a consulta, a médica informou a paciente que o exame para covid-19 – só poderia ser feito no dia 4 de agosto.

Com isso, o idoso se intrometeu no meio da consulta e em tom de voz agressivo falou que queria dois kits de remédio, atrapalhando e perturbando o trabalho da médica.

Entretanto, a médica pediu para o marido se retirar da sala, caso não se retirasse iria parar com a consulta. Todavia, a médica relata que em tom de ameaça o idoso disse que ia ligar para o vereador Toninho Betozzi.

Diante dos fatos, a PM foi ao local e registrou o boletim de ocorrência para que o caso seja investigado pela Polícia Civil.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO