Luís Alberto Valdez/Foto: Reprodução Rede Social

O médico Luís Alberto Valdez, de 67 anos, que morreu na manhã da última terça-feira, 11, vítima da covid-19, na cidade de Cuiabá, teve seu corpo cremado e as cinzas trazidas pela família para ser sepultado em Vilhena.

De acordo com informações da família repassadas a redação do Extra de Rondônia nesta quinta-feira, 13, o cortejo fúnebre das cinzas terá início as 10h00 de domingo, 16, sairá de frente do Hospital Bom Jesus e passará em frente ao Hospital Regional – seguindo até ao cemitério Cristo Rei.

Porém, a cerimonia de sepultamento será restrita a família devido não poder haver aglomeração por causa da pandemia.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO