Djavan dos Santos / Foto: Extra de Rondônia

O ex-secretário municipal de cultura Djavan dos Santos acaba de anunciar sua pré-candidatura ao cargo de vereador em Vilhena pelo Partido Social Cristão (PSC).

Em visita a redação do Extra de Rondônia, ele falou sobre sua experiência na vida pública e os projetos caso seja eleito.

De acordo com o pré-candidato por duas vezes pensou em tentar o cargo, porém decidiu apoiar outros colegas, desta vez após receber apoio popular participará das eleições.

O que motivou sua pré-candidatura ao cargo de vereador foi o trabalho desenvolvido como secretário, que ao seu ver pode ter um papel ativo em ações sociais. “Outro motivo é que a Câmara está bem devagar. A função do vereador é ficar próximo da população e o comércio. Quero contribuir e incentivar Vilhena a crescer”, declarou.

Suas defesas são na área de educação, saúde, segurança e lazer. Como carro chefe dos seus projetos, Djavan acredita que a prefeitura deveria construir uma área de lazer mais afastada para a população jovem. “A prefeitura tem vários terrenos, deveria investir no lazer com espaço para natação, judô, futebol, motocross e velocross ou até mesmo criar uma associação. Todos foram jovens, precisamos olhar para esse público”.

Para saúde, o pré-candidato defende o incentivo de faculdades de medicina em Vilhena para trazer mais profissionais a região. Na segurança acredita na criação da vaga de guarda municipal para ajudar no controle da criminalidade da cidade, isso com maior preparo e seleção através de concurso público.

O pré-candidato garante que caso ganhe será atuante e estará sempre próximo da população.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO