Na manhã desta sexta-feira, 28, o delegado Núbio Lopes de Oliveira, titular da delegacia de homicídios de Vilhena, esclareceu mais um caso de tentativa de feminicídio ocorrido no dia 31 de maio  de 2020.

Segundo o delegado,  o crime ocorreu na Rua 1806, Bairro Bela Vista. Na ocasião, A.S., que é caminhoneiro havia chegado de viagem, e a casa estava trancada, com isso, ligou e falou com a esposa que estava na casa da mãe dela, e combinaram que ele iria buscar a chave do imóvel.

Ao chegar no local, o caminhoneiro encontrou mãe e filha embriagadas, além de outras pessoas. Houve uma discussão entre o casal e o marido entrou no carro para sair. Porém, a mulher abriu a porta e tentou entrar, mas o marido arrancou e a esposa foi arrastada por alguns metros, sendo que um dos pés tocou o pneu traseiro do carro e, com isso, ela caiu e desmaiou, sendo socorrida ao Hospital Regional.

Contudo, o delegado explica que ao sair A., sabia que naquela circunstância poderia matá-la, pois é motorista profissional e tinha conhecimento dos riscos ao arrastá-la.

Entretanto, após um minucioso trabalho de investigação, mesmo com a vítima se recusando a fazer exame de corpo de delito e representar criminalmente o marido, o caminhoneiro foi indiciado por tentativa de feminicídio, já que neste caso não depende da vítima a representação.

Todavia, A., continua exercendo sua profissão e está respondendo ao processo em liberdade.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO