Coluna escrita por Humberto Lago/Foto: Acervo Extra de Rondônia

Estávamos procurando um motorista para contratação. Haviam alguns candidatos. A entrevista começou com naturalidade e descontração.

A simples leitura do currículo já indicava tratar-se de um bom candidato. Depois da introdução, envolvendo aspectos pessoais, partimos para o exame dos aspectos profissionais, verificação da experiência nos empregos anteriores, grau de instrução…

Enquanto conversávamos, o candidato foi demonstrando seu conhecimento da função, vivência profissional, diversificada experiência, repassando segurança e coerência em tudo o que afirmava. Em continuação ele falou das funções adicionais desenvolvidas numa das empresas em que trabalhou. Responsabilidades distintas e crescentes foram assumidas por algum tempo. Desafios enfrentados; grau de dificuldade; tarefas realizadas. Atividades de responsabilidade foram desenvolvidas ao longo do tempo, para quem estava numa função inferior. Tudo isso diz muito a respeito da personalidade, capacidade e potencialidade de um candidato. Enfim foi uma boa entrevista. Fiquei convencido das qualidades do entrevistado e de sua orientação para resultados.

A bem da verdade, não faz parte de minha atividade profissional, o trabalho na área de recursos humanos, nem a participação em entrevistas. Contudo, tenho sido chamado a participar de processos seletivos, em praticamente todas as organizações por onde passei. Isso faz muito bem ao nosso ego. Também identifica uma saudável convergência de valores (da empresa com os meus particulares). Procuro fazer isso com humildade e respeito às pessoas. É gratificante conhecer o ser humano; nunca sabemos o bastante; por isso temos de aprender sempre que oportunidades vierem a surgir. Além do mais isso me proporciona uma satisfação pessoal incomum.

Creio que na atualidade, muitas empresas, na hora de contratar novos colaboradores, encontram dificuldades e inseguranças. Isso ocorre por diversas razões. O mundo está muito complexo, as pessoas mudam de profissão na busca de emprego, o mercado de trabalho tem muitos pretendentes disputando poucas vagas. Nosso país está sem crescer há uma década, o que é muito triste. Penso que é por esse motivo que as empresas, visando minimizar os riscos de uma contratação errônea, envolvem mais pessoas na avaliação dos candidatos.

Neste tempo de abundância de informações e das facilidades proporcionadas pela internet, há algumas pessoas procurando aprender as respostas corretas, desejadas pelos entrevistadores. Elas tendem a inseri-las nos currículos ou manifestá-las nas entrevistas. Somente uma conversa longa, criteriosa e profunda pode determinar se há coerência entre a capacidade do entrevistado versus as anotações constantes de seu currículo.

Considero-me um privilegiado pelo muito que tenho aprendido. Também me enriqueço e renovo, profissionalmente, a cada entrevista feita. Desejo para você a mesma experiência e resultados ainda melhores.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO