Obra deve sair do papel em Guajará-Mirim / Foto: ilustrativa

A bancada federal de Rondônia, formada por três senadores e oito deputados federais, se manifestou a respeito da polêmica transferência da ponte binacional Brasil/Bolívia, em Guajará-Mirim, para Costa Marques, na região da Zona da Mata.

O caso despertou o alerta em lideranças políticas dos dois países (leia mais AQUI).

A bancada, que tem como coordenador o deputado federal Lúcio Mosquini, explica que existe projeto executivo aprovado pelo Departamento Nacional Infraestrutura e Transporte (DNIT) para a construção da ponte em Guajará-Mirim com valores estimados em R$ 150 milhões.

Porém, reconhece a escassez de recursos do Governo Federal para a realização dos trabalhos.

Afirma, ainda, que é “favorável à construção das duas pontes, caso seja viável”.

>>> LEIA, ABAIXO, A NOTA NA ÍNTEGRA:

Nota-Oficial-da-Bancada-Federal-Ponte-Binacional

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO