PM em ação/Foto: Extra de Rondônia

D.J.B, de 29 anos, foi detida pela Polícia Militar (PM) na manhã desta terça-feira, 1, após fazer um programa sexual e furtar R$ 2.950,00 de seu cliente, em Colorado do Oeste.

Segundo apurado pela reportagem do Extra de Rondônia, o cliente contratou o serviço da garota e juntos foram para um hotel na Rua Humaitá no centro da cidade.

Contudo, após o trabalho terminando o contratante foi tomar banho, neste momento a garota pegou um aparelho celular da marca Samsung e a carteira do cliente que continha documentos pessoais, R$ 2.950,00 em dinheiro e fugiu.

A vítima chamou a PM, contou a história e passou as características da suspeita. Com isso, outras guarnições entraram em campo em busca da mulher, e algum tempo depois D.J., foi localizada entre as Ruas Xingu e Avenida Marechal Rondon.

Indagada, a garota confessou que havia praticado o furto, o celular estava com ela, mas o dinheiro tinha sido roubado por um menor de idade que estava numa casa, no qual ela foi após ter furtado o cliente.

Segundo declarou a garota, assim que chegou na casa de um colega na Rua Rio Grande do Sul, um adolescente que estava no local, perguntou o que ela tinha na bolsa e diante de ameaça forçou que ela entregasse o objeto, mas ela se recusou, com isso, o menor sacou uma arma tipo pistola e apontou para ela, temendo por sua vida entregou a bolsa, no qual estava o dinheiro.

Diante das informações da garota que furtou e foi roubada, a polícia fez buscas e localizou o suspeito numa casa na Rua Parecis, onde foi apreendido.

Para tentar justificar o roubo, o menor disse a polícia que a garota devia a ele e outra pessoa a quantia de R$ 4 mil.

Durante a ocorrência, a polícia localizou no interior de uma residencia um simulacro de pistola que o menor infrator usou para roubar a bolsa da profissional do sexo.

Dinheiro recuperado pela PM
Simulacro de pistola usada pelo menor para roubar a bolsa
sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO