Caminhonete cabine dupla / Foto: ilustrativa

Na manhã desta terça-feira, 01, a Câmara de Vilhena realizou a primeira sessão ordinária de setembro, momento em que diversos projetos de lei e requerimentos foram discutidos e votados.

Um dos projetos de lei aprovados em plenário foi o de nº 5.931/2020, solicitando com urgência pelo prefeito Eduardo Japonês (PV), referente à aquisição de duas caminhonetes 4×4, a diesel, cabine dupla, no valor total de R$ 290.396,60.

Contudo, antes da aprovação, os parlamentares discutiram quanto à matéria em função dos gastos não prioritários neste período de pandemia quando todos os recursos são direcionados ao setor de saúde pública visando o enfrentamento ao covid-19.

Semana passada, o prefeito enviou mensagem aos vereadores solicitando urgência na aprovação justificando suprir necessidades da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri). Os recursos para a compra dos veículos são provenientes do Fitha, firmado com o Governo do Estado de Rondônia, com contrapartida do Município.

Contudo, o vereador Carlos Suchi, primeiro a discutir o tema, sugeriu que o prefeito destine um dos veículos para o Tiro de Guerra (TG), instituição que – conforme o vereador – faz um excelente trabalho no município e muitas das vezes esse grupo utiliza veículos próprios para o andamento das atividades.

“Hoje, o TG tem uma caminhonete velha que a Polícia Militar doou temporariamente até conseguir uma. Fica aqui meu pedido para providenciar um veículo para essa instituição para não ficarem mendigando, sendo que o Executivo poderia comprar um carro novo. Sabemos da importância do TG para os jovens da cidade; eles estão precisando de forma urgente”, salientou.

Depois, o vereador Rafael Maziero se manifestou e apoiou a sugestão do colega Suchi com relação à compra de um veículo para o TG e, ao mesmo tempo, esclareceu o motivo dos parlamentares serem favoráveis à aquisição dos veículos.

“Realmente, o TG está carente de carro para transporte. Mas, nesse momento, não existe outra coisa para adquirir com esse recurso, que é específico para a aquisição das duas caminhonetes. Fiquei preocupado com essa compra, mas o recurso é específico para essa finalidade”, ponderou.

A vereador Valdete Savaris também disse a aquisição da aquisição das caminhonetes, nesta época de pandemia, foi uma das preocupações dos parlamentares, mas ficou mais calma ao saber que o recurso é, necessariamente, para a compra dos veículos.

Ela, por outro lado, sugeriu que a compra de um veículo para o TG seja feita através de emendas impositivas dos edis. “Se todos os vereadores destinarem um pouco das emendas impositivas, vamos resolver esse problema”, observou.

Por sua vez, o presidente da Câmara, Ronildo Macedo, também elogiou as atividades desenvolvidas na Semagri.

“O convênio é de 2019. O que a gente vê é muita vontade dos gestores da Semagri. E essas caminhonetes vão somar com esses trabalhos que vem desenvolvendo em Vilhena”, esclareceu.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO