Revista da Advocacia de Rondônia / Foto: Divulgação

Com o objetivo de incentivar a participação dos acadêmicos de direito na publicação de artigos em periódicos especializados na área jurídica, o curso oferecido pela Unesc em Vilhena e a Revista da Advocacia de Rondônia celebraram um convênio nesta semana.

A partir de agora, os acadêmicos da instituição, pioneira no ensino superior em Rondônia, terão um espaço exclusivo para a publicação de artigos autorais no portal da revista (revista-ro.adv.br).

Os artigos publicados serão previamente selecionados pelo conselho editorial que reúne dois professores da Unesc, Aline Coutinho Albuquerque Gomes Leon e Pâmella Faccin Vargas, e dois representantes da revista.

“O Convênio valoriza o desenvolvimento de artigos no meio acadêmico, pois os trabalhos selecionados para publicação passarão pela seleção interna da Unesc e aprovação externa do conselho editorial da revista, o que dará ao acadêmico uma espécie de certificação de qualidade. Além do mais, dará mais visibilidade e valorização à revista, ajudando o periódico a se tornar uma referência no meio jurídico”, destacou a Dra. Zênia Luciana Cernov de Oliveira, coordenadora da Revista da Advocacia de Rondônia.

A celebração desta parceria desenvolve ainda a cultura jurídica no âmbito do público em geral, da advocacia, das instituições de ensino e, principalmente, visando à valorização do acadêmico de direito.

“É uma parceria que deve ser valorizada! O principal vem do expressivo ganho de qualidade de todo o corpo discente da Unesc. O incentivo ao desenvolvimento de trabalhos acadêmicos, desde o início da formação, garante formandos com uma qualidade jurídica muito superior. Os alunos, que já possuem uma excelente graduação, agora terão mais um recurso na construção de sua formação jurídica”, destacou Vinicius Medeiros de Marçal, docente do curso de direito da Unesc.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO