Fotos: Divulgação

Na tarde de sexta-feira, 4, a Polícia Militar (PM) através do Núcleo de Inteligência (NI), obteve informações que num sítio na érea rural de Vilhena, de propriedade de um homem conhecido como “Peãozão”, estava sendo usado para esconder veículos ilícitos.

Os militares identificaram “Peãozão” e descobriam se tratar de R.O.S., de 38 anos, com passagens por tráfico de drogas.

Nas buscas por mais informações os policiais se depararam com R., dirigindo um veículo Fiat Strada no Bairro Bela Vista, e viram quando ele entregou certa quantidade de drogas para um motoqueiro identificado como J.G., de 32 anos, servidor público municipal, tentou se justificar que vendia drogas para complementar a renda.

Diante da situação viaturas da Rádio Patrulha (RP), abordaram o suspeito e o motoqueiro J., sendo que durante a revista pessoal foi localizado na cueca de J., uma quantidade de entorpecente aparentando ser pasta base de cocaína, pesando aproximadamente 20 gramas.

Com R., os militares localizaram R$ 650,00 que ele havia acabado de receber pela venda da droga. Aos policiais, J., confirmou que comercializa entorpecentes e R., seria o fornecedor.

Guarnições compostas pelo Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), N.I., e R.P., foram até o sítio de R., na linha 145, onde encontraram vários animais silvestres abatidos, sendo duas pacas e um tatu. Na propriedade os policiais também resgataram um filhote de paca que era mantido em cativeiro.

Durante as buscas no sítio foram encontradas uma espingarda calibre .32 sem numeração e marca aparente, 5 cartuchos de calibre .32, além de uma motoneta Biz com registro de extravio.

Diante da situação R., vulgo “Peãozão” e J.G., foram presos e conduzidos para Unidade Integrada de Segurança pública (Unisp).

Os animais silvestres abatidos por R., foram entregues na delegacia e o filhote de paca resgatado pelos policiais foi entregue aos cuidados do órgão competente para destinação ser reintegrado a natureza.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO