Diana Carla do Amaral Almeida Gonçalves / Foto: Extra de Rondônia

Após 16 dias de luta contra o Covid-19, Marcos Fernando Gonçalves, de 56 anos, conseguiu vencer o coronavírus e segue seu tratamento em casa. Segundo a esposa, Diana Carla do Amaral Almeida Gonçalves, assim que os sintomas começaram a se manifestar procuraram a equipe de saúde e foram muito bem atendidos.

“Tivemos muito medo justamente por ele ser do grupo de risco. Sugiram os sintomas, entramos em contato com o posto de saúde da Brigadeiro, que nos auxiliou e nos transferiu para o Hospital Regional. Chegando lá ele ficou isolado em uma sala para realização dos exames. Ao confirmar a doença, ele foi encaminhado para ala de isolamento”, descreveu ela.

Assim que foi transferido, Marcos parecia não responder ao tratamento, todos os dias a equipe médica se reunia com os familiares para anunciar o quadro de cada paciente. Diana narra que houve altos e baixos, principalmente no momento da troca de máscaras e medicamentos. “Era angustiante, porque eles estavam isolados e dependíamos da informação dos médicos, mas mesmo assim a equipe conseguia nos dar segurança e consolo”.

De acordo com Diana, o atendimento foi respeitoso, atencioso e profissional, pois para ela a equipe conseguiu transmitir tranquilidade em um momento de desespero, isso porque o quadro de seu marido tinha o agravante da diabetes.

“Gratidão é palavra que resume nossa experiência, isso a toda a equipe de saúde envolvida no tratamento do meu marido. A gente é meio preconceituoso e acha que por ser público é desorganizado e não seremos bem atendidos, mas foi o contrário tivemos o melhor tratamento. A equipe de Vilhena está de parabéns!”

Marcos agora segue se recuperando em casa e tendo que se dedicar a fisioterapia para tratar as sequelas do vírus.

Marcos ficou internado por 16 dias / Foto: Divulgação
sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO