Foto: Reprodução

A invencibilidade de 10 clássicos e mais de dois anos do Grêmio sobre o Inter salta aos olhos e seria assunto de 10 a cada 10 mesas de bar, não fossem as restrições devido à pandemia do coronavírus.

Mas o sexto Gre-Nal de 2020, neste sábado, às 17h, na Arena, pela 13ª rodada do Brasileirão, apresenta riscos que vão além dos números.

Mesmo soberano em Gre-Nais, o Grêmio se vê quase no limite do Z-4 e pode até encerrar a rodada na zona de rebaixamento com uma derrota. Do outro lado, o Inter chega ao clássico com Eduardo Coudet pressionado. E um novo resultado negativo pode ameaçar de vez sua continuidade.

Grêmio perto do Z-4

Se o assunto é treinador, Renato Portaluppi passa longe até da sombra da pressão enfrentada por seu rival. O técnico foi alvo de cobranças após a derrota para a Universidad Católica, pela Libertadores. Mas soterrou as críticas com (mais uma) vitória no Gre-Nal e depois ao garantir a vaga antecipada às oitavas de final da competição continental.

As quatro vitórias em cinco clássicos no ano e ainda o tricampeonato no Gauchão respaldam o maior ídolo da história gremista. Mas a campanha no Brasileirão deixa – e muito – a desejar.

Com um jogo a menos, o Grêmio é hoje o 15º colocado, com 13 pontos. Tem apenas dois de vantagem para o Coritiba, primeiro integrante do Z-4, com 11.

O Tricolor pode encerrar a rodada na zona de rebaixamento. Basta que dois dos seguintes times vençam suas partidas: Bahia (enfrenta o Sport), Bragantino (enfrenta o Corinthians), Coritiba (enfrenta o São Paulo) e Botafogo (enfrenta o Fluminense).

À vésperas do início da Copa do Brasil, o Grêmio precisa engrenar no Brasileirão para evitar a briga na parte de baixo da tabela em meio aos mata-matas. E isso passa por voltar a vencer em casa: o Tricolor tem apenas uma vitória em quatro jogos na Arena na competição até aqui.

O que o professor passa é que são jogos de três pontos, não tem loucura, fazer coisa nova. Entrar com mesmo espírito e pensamento. Sabemos da rivalidade, que estamos há 10 jogos sem perder, mas não entra em campo – afirma o volante Matheus Henrique.

Coudet à beira da crise

Do outro lado, a tabela indica tranquilidade para o Inter, atual vice-líder com 21 pontos. Mas só indica. O Inter chega ao clássico sob cobranças e pressão. E não apenas pelo retrospecto negativo em Gre-Nais.

A equipe não vence há quatro jogos, com dois empates e duas derrotas. É a pior sequência sob o comando de Eduardo Coudet e desde a demissão de Odair Hellmann.

Em setembro, o Inter fez apenas 37% de aproveitamento em nove partidas. O resultado? Perdeu a liderança no Brasileirão e também no Grupo E da Libertadores.

Um protesto na última sexta-feira teve jogadores e diretoria como alvos. Mas isso também respinga sobre o treinador. O argentino ainda tem respaldo da diretoria para seguir no cargo.

Só que as cobranças por melhora de desempenho recente caminham junto com a confiança em seu trabalho. E a multa rescisória de R$ 14 milhões também influencia.

O clube vive um momento conturbado em seu ambiente político e interno. Uma vitória no Gre-Nal, além de exorcizar um demônio, servirá para trazer tranquilidade no restante da temporada.

Todos os times têm oscilado durante o ano. É natural. O Atlético-MG caiu na Copa do Brasil precocemente. E não tinha pandemia. O futebol brasileiro está cada vez mais disputado. Queremos reverter. Ninguém está mais incomodado que nós – diz o meia-atacante Thiago Galhardo.

GRE-NAL 428 – 13ª RODADA DO BRASILEIRÃO

Local: Arena, em Porto Alegre

Data e horário: sábado (3), às 17h (de Brasília)

Escalação provável do Grêmio: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda (Rodrigues), David Braz e Cortez; Matheus Henrique, Lucas Silva, Darlan (Maicon); Alisson, Pepê e Diego Souza

Escalação provável do Inter: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel (Leo Borges); Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e Boschilia; Thiago Galhardo e Abel Hernández

Desfalques do Grêmio: Geromel, Kannemann, Jean Pyerre, Leonardo Gomes e Guilherme Guedes

Desfalques do Inter: Zé Gabriel, Renzo Saravia, Paolo Guerrero, Rodinei, Moisés e Daniel

Pendurados do Grêmio: Diego Souza, Matheus Henrique e Lucas Silva

Pendurados do Inter: Matheus Jussa, D’Alessandro, Boschilia, Nonato e Edenilson

Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Neuza Ines Back e Alex Ang Ribeiro. José Claudio Rocha Filho comanda o VAR.

Transmissão: O PFC transmite a partida para todo o Brasil, com narração de Luiz Carlos Júnior e comentários de Paulo Vinícius Coelho e Grafite. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real, com vídeos exclusivos.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO