Estamos em guerra 728×90

 

/ Foto: Divulgação

A noite de quinta-feira 15, abriu a programação das solenidades de homenagem aos “Heróis da Medicina do Mês do Médico” realizado pelo Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero). A primeira cidade visitada pela comitiva composta por colaboradores do conselho e membros da diretoria foi Vilhena.

O médico Marco Túlio de Freitas Teodoro, responsável pelas ações da Delegacia Regional de Vilhena, importante extensão de trabalho do Cremero na cidade e região, destacou a importância da união de todos os profissionais neste ano de pandemia. “Eles foram incansáveis e honraram a missão da medicina. Queremos com o exercício dessa representação do conselho na nossa cidade estar cada dia mais atuante e dando o apoio necessário para nossa classe”, acrescentou o delegado da regional.

Durante a noite, entre os médicos homenageados pela tradicional entrega de comendas esteve  Elcio Carlos Rossi que recebeu a comenda Alexander Fleming por seus 40 anos de profissão, Flauber Jacinto Targino com a comenda Andreas Vesalius por seus 29 anos e  Gilberto dos Santos Povoa Jr. com a comenda Avicena, 25 anos.

“Que Deus possa me permitir chegar a tantos anos de trabalho como estes colegas que aqui estiveram nesta noite. É sem dúvida uma homenagem singela, porém cheia de muita gratidão e carinho por tanta dedicação”, disse emocionado o presidente do Cremero Robinson Machado.

O tema “Bioética em tempos de Pandemia” também foi abordado pelo conselheiro  Gilvan Leão. “Não só o Brasil ou nosso Estado foi pego de surpresa por essa triste doença. O mundo inteiro não estava preparado para esse inimigo que chegou assustadoramente nas nossas vidas. Como profissionais médicos nós tivemos que agir e fazer o melhor que podíamos para nossos pacientes. Temos a certeza de que fizemos e continuaremos fazendo tudo que estiver ao nosso alcance”, afirmou o médico.

HOMENAGEM PÓSTUMA

Presente no evento, a família do médico Luis Alberto Valdez Marquez, representada pela esposa Isabel e seus filhos, recebeu das mãos do presidente do conselho uma placa reconhecendo toda sua dedicação.

O médico, que trabalhava no Hospital Regional de Vilhena na linha de frente do combate da pandemia, lutou contra a doença por quase 20 dias. De nacionalidade peruana, Valdez era especialista em endocrinologia, funcionário público do município desde 2002 e também atendia em um hospital particular de Vilhena.

PROGRAMAÇÃO

Neste sábado 17, o encontro de homenagens acontecerá na cidade de Ji-Paraná no auditório da Unimed às 09h. Já em Porto Velho, o evento está confirmado para a noite deste domingo 18, no auditório do Cremero, às 19h.

Foto: Divulgação
Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO