Vilson Ramos / Foto: Extra de Rondônia

O professor Vilson Ramos de Almeida, candidato a vice-prefeito da coligação “Chupinguaia, crescer é preciso”, teve o registro indeferido pela Justiça Eleitoral no início da tarde desta terça0-feira, 20.

O Juiz Eleitoral Eli da Costa Junior, determinou o indeferimento da candidatura com base em condenação no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO).

O caso remonta à época em que Ramos era secretário municipal de Oras e Serviços Públicos em Chupinguaia, e teve suas contas rejeitadas em Tomada de Contas Especiais nº 04094/11 por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa.

Conforme a sentença obtida pelo Extra de Rondônia, ele estaria inelegível, pelo prazo de 8 anos, a partir da condenação, que aconteceu em 09 de março de 2017.

Vilson Ramos participa da eleição municipal ao lado de Wanderley do Corgão, como candidato a prefeito.

 

>>> LEIA ABAIXO A SENTENÇA NA ÍNTEGRA:

REGISTRO REJEITADO DE CANDIDATURA VILSON RAMOS

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO