Asfalto na 1º de Maio / Foto: Divulgação

Moradores da avenida 1º de Maio e do Bairro Cristo Rei divulgaram vídeos nas redes sociais mostrando como ficou e o que provocou os recém-construídos asfaltos após as fortes chuvas neste sábado, 24, no município de Vilhena.

Na avenida 1º de Maio, moradores que esperam há anos a obra mostraram que o asfalto “sai com a mão”.

“Olha o asfalto que o pessoal da 1º de Maio vai ter que pagar? R$ 8 mil. Fofou tudo aqui. Tanto tempo esperando e faz esse trem aqui”, disse um morador enquanto grava o vídeo que viralizou em grupos de WhatsApp.

Em outro vídeo, um morador identificado como João Victor, do bairro Cristo Rei, reclama das autoridades locais, já que a casa dele alagou com a forte chuva deste sábado.

“Na hora de pedir votos, todos estão aqui. Isso aqui nunca aconteceu na minha casa. É só o pessoal fazer esse asfalto. Como é que faz agora com os prejuízos? Dá até para nadar dentro da casa. Como não é que a gente fica indignado. E só foi depois que saiu esse asfalto saiu, de mentira. Como é que o cara não sabe fazer um projeto”, questionou.

>>> VEJA OS VÍDEOS ABAIXO:

https://

https://

 

PREFEITURA EXPLICA

Sobre as obras, a prefeitura emitiu o comunicado abaixo:

A empresa responsável já se comprometeu em corrigir o problema. Os engenheiros da Prefeitura e da empresa Alto Rio, responsável pelo asfaltamento na via, estiveram no local e constataram que a causa para a infiltração de água por baixo do pavimento é o rompimento de um trecho da tubulação antiga da rua Marechal Deodoro. Esse rompimento causado pelo grande volume de água de tempestades, fez com que a água se infiltrasse abaixo do pavimento, danificando o asfalto, desprendendo-o.

A empresa vai fazer o reparo no local, que envolverá escavação, nova terraplanagem e nova aplicação de camada asfáltica, bem como reparo da tubulação danificada pelas chuvas. A obra não está concluída, portanto, ela não está entregue, e, com isso, a responsabilidade é da empresa em consertar as avarias que surgiram, no asfalto, na drenagem e nos bueiros, portanto, em breve esses pontos serão restaurados.

O fato irá competir à empresa executora a retornar no local e consertar, e, nenhum morador irá pagar à mais por isso. O asfaltamento da Avenida Primeiro de Maio, compreendeu, aproximadamente, 1.700 metros, e, este ponto onde houve a soltura, corresponde somente cerca de 10 metros.

Sabemos que o fato de surgir imprevistos na execução da obra, pode gerar algum desconforto para os usuários e moradores, entretanto, solicitamos que os moradores tenham um pouco de paciência, pois há anos nunca foi feito nada naquele local, e, quando desenvolvemos um projeto ambicioso, e detalhado, não podemos qualificar o serviço na sua totalidade como inservível, questionando sua qualidade em função desse problema, que tem solução.

Todos os moradores merecem respeito, assim como os profissionais que trabalham para elaborar os projetos para trazer qualidade de vida para todos. Nós optamos por sermos servidores municipais para trazer a técnica para o bem comum. E, momento algum, tivemos a intenção de trazer serviços ruins para o Município. Somos funcionários que estamos aqui há mais de 10 anos, e, com isso, diversos projetos foram elaborados, e, não é justo que, somente em período eleitoral, que alguns candidatos se aproveitam de situações adversas, para difamar os funcionários públicos do município.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO