covid – 768×90-2

 

Vítimas da tragédia: SUPERIOR: Flavia da Silva Gonçalves e José Madaleno da Silva/INFERIOR: Sonia Cabral de Souza e Carlos Alberto Gomes/Fotos: Extra de Rondônia

O acidente automobilístico, onde tirou a vida de quatro pessoas, sendo duas da cidade de Cerejeiras e duas de Pimenteiras do Oeste, aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 27, na BR-364, próximo ao distrito do Guaporé. Relembre (AQUI)

O carro Toyota Etios pertencente a prefeitura de Pimenteiras do Oeste, era conduzido por Carlos Alberto Gorni, de 54 anos, que bateu num animal que estava no meio da rodovia, saindo da pista e capotando por várias vezes.

Os quatro ocupantes sofreram morte instantânea. O animal também morreu na colisão.

Os corpos das vítimas foram removidos pela funerária Bom Jesus de Cerejeiras, e estão sendo preparados para velório e sepultamento que acontece neste sábado, 28.

VÍTIMAS

Flavia da Silva Gonçalves, 30 anos, era funcionária da Secretaria Municipal de Educação (Semed), de Cerejeiras, era lotada na escola Tiago Panatto, mais devido a pandemia estava cedida para o Cras, “Programa Criança Feliz “.

Flávia era neta de José Madaleno da Silva, de 66 anos, que trabalhava como vigia na Câmara de Vereadores de Cerejeiras.

Ela acompanhava o avô que fazia tratamento contra um câncer na cidade de Cacoal. O velório e sepultamento de Flavia e José acontece neste sábado em Cerejeiras.

Sonia Cabral de Souza, tinha 53 anos, era pescadora profissional e morava em Pimenteiras, seu corpo será velado em sua casa localizado na Avenida Brasil.

Carlos Alberto Gorni, de 54 anos, quem dirigia o carro, era servidor da Secretaria de Saúde de Pimenteiras. O velório acontece neste sábado na igreja católica São Pedro, localizada na Avenida São Paulo.

Carro Toyota Etios envolvido no acidente/Foto: Extra de Rondônia
covid – 768×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO