Afonso Emerick, secretario de saúde de Vilhena/Foto: Arquivo Extra de Rondônia

Devido ao aumento expressivo de novos casos de covid-19, o Comitê Gestor da Pandemia vai se reunir para traçar diretrizes e tomar decisões impopulares no combate ao coronavírus.

O secretário de saúde Afonso Emerick, falou ao Extra de Rondônia que medidas restritivas se faz necessárias e um novo decreto deverá fechar comércios e serviços não essenciais, em Vilhena.

Emerick ressalta que após as festas de final e ano os casos de covid-19 tiveram aumento significativo e ainda vão aumentar muito mais. Por isso, a necessidade de tomar a decisão e, editar um novo decreto, onde bares, lanchonetes, balneários, bailões, casas noturnas, parque ecológico, futebol, entre outros serviços não essenciais terão restrições, ou seja, terão suas atividades suspensas, podendo funcionar serviço de delivery.

Afonso diz que a situação é preocupante, dos 20 leitos da UTI 14 estão ocupados e acredita que na próxima semana os casos irão estourar elevando a taxa de ocupação, com isso, essas medidas deverão evitar que o sistema de saúde entre em colapso, finalizou.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO