Foto: Divulgação

Embora a área plantada com café em produção na safra 2020 em Rondônia tenha sido somente 1,3% maior do que a da safra de 2019, de 63,6 mil hectares, a produção teve variação positiva de 10,7%, alcançando 2,4 milhões de sacas de 60 kg, enquanto a produtividade avançou 9,2%, chegando a 38,3 sacas/ha (Conab, 2020a).

Conforme informações da Conab (2020), a área cultivada na safra 2020 foi estimada em 69,7 mil hectares, sendo 6,2 mil hectares em formação e 63,6 mil em produção. A área em produção nesta safra é 27,5,0% inferior à existente na safra de 2016, entretanto, a produção estimada supera à daquele ano em 49,6%.

Nesse período, a produtividade aumentou 85,5%, passando de 18,6 sacas de 60 kg por hectare em 2016 para a média de 38,3 sacas estimadas na safra 2020.

Esse aumento da produtividade é estimulado pelo processo constante de renovação com nova base tecnológica, pela qual está passando grande parte da cafeicultura no Estado, envolvendo a substituição das lavouras antigas formadas com café seminal por materiais genéticos constituídos por clones, a entrada em produção de áreas que foram renovadas e implantadas, melhor manejo da cultura, correção do solo, irrigação e as condições climáticas favoráveis observadas desde a florada até a colheita.

A maior parte da produção de café no Estado está concentrada nos municípios de Alto Alegre do Parecis, Alta Floresta do Oeste, Cacoal, Ministro Andreazza, Nova Brasilândia d’Oeste e São Miguel do Guaporé.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO