A vereadora Clerida Alves (PSC) / Foto: Extra de Rondônia

Entre os vários assuntos abordados pelos parlamentares, um deles chamou a atenção dos presentes na sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira, 6, na Câmara de Vilhena.

A vereadora Clerida Alves (PSC) usou a tribuna do Legislativo para defender seus projetos e fazer um desabafo com relação ao comportamento da secretária municipal de saúde, Siclinda Rasssch.

Clerida, que é 1º secretária da Mesa Diretora, disse que recebeu respostas de cinco requerimentos apresentados ao Executivo, mas que uma delas trouxe uma mensagem inusitada. “A secretária Siclinda me orienta a consultar o Portal de Transparência do Município”, disse.

Essa situação fez a parlamentar lembrar fatos considerados de desrespeito à Casa de Leis pelo Executivo.

“Como já foi dito aqui, o vereador (Dhonatan) Pagani também não teve êxito na resposta do requerimento. E agora a secretária me manda a consultar o Portal. Então, acredito que está na hora de fazer mudanças, começando pela Casa de Leis, cobrando e fiscalizando. Infelizmente, alguns secretários não fazem a parte deles. Inclusive, numa reunião semana passada, o próprio prefeito Eduardo Japonês (PV) pediu aos secretários mais respeito com os vereadores na forma de responder os requerimentos”, desabafou.

A FAVOR DA CPI

Na sessão, Clerida reforçou seu posicionamento de ser a favor da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades na saúde pública, com relação aos gastos da covid-19 em Vilhena (leia mais AQUI).

“Mantenho meu compromisso da CPI pela transparência. Estou exercendo meu papel de vereadora. A CPI não é para cassar ninguém e sim para apurar várias denúncias. Por isso meu voto é pela abertura da CPI”, reafirmou.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO