Câmara sessão ordinária / Foto: Extra de Rondônia

Alvo de críticas no município, a Secretaria Municipal de Obras (Semosp) foi assunto na sessão ordinária desta terça-feira, 20, na Câmara de Vilhena.

O caso foi levado à Tribuna da Casa pelo vereador Pedrinho Alves (Avante), que explicou ter recebido reclamações constantes de moradores sobre a intrafegabilidade de muitas ruas da cidade.

Ele, que já foi vice-prefeito em Cerejeiras, orientou aos gestores da Semosp que se faça um trabalho reforçado de cascalhamento durante a seca em locais onde não há pavimentação, principalmente nos bairros mais antigos, para que os moradores não tenham problemas no período de chuvas.

“Infelizmente, chega um momento em que os moradores quase têm que sair de barcos das casas. É uma reclamação constante. Tem que ser feito um trabalho bacana para poder aguentar o período das chuvas e depois um paliativo. Não pode patrolar as ruas em fevereiro ou março para não provocar problemas aos moradores”, disparou Pedrinho.

100 DIAS NO PARLAMENTO

Padrinho também fez um breve balanço de seus 100 dias de mandato no Legislativo vilhenense.

Dentre as ações listadas, o parlamentar destacou a construção, restauração e iluminação da pista de caminhada e ciclovia das avenidas Presidente Nasser e Tancredo Neves com liberação de R$ 50 mil de emenda individual e R$ 250 mil do deputado Chiquinho Emater, solicitação junto ao presidente da Assembleia Alex Redano de 300 kits para futuras mães do município e construção de duas academias ao ar livre no valor de R$ 60 mil.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO