Unisp – Vilhena/Foto: Extra de Rondônia

Pedro Bueno Pereira, de 57 anos, mais conhecido por “Baco Baco”, preso e acusado de ter assassinado a mãe de um policial militar no dia 17 de fevereiro de 2021, em Chupinguaia, leia (AQUI), morreu nesta sexta-feira, 23, no Hospital Regional de Vilhena (HRV).

Contudo, alguns dias depois de sua prisão, o delegado Núbio Lopes e sua equipe descobriram que Baco Baco era inocente e com isso, foi pedido junto a justiça sua liberdade, e o verdadeiro autor do crime, sendo o namorado da vítima foi preso na mesma cidade. Leia (AQUI) e (AQUI).

Entretanto, na ocasião, Baco Baco já passava por sérios problemas de saúde que foram se agravando ainda mais, e nesta segunda-feira, não resistiu e morreu no HR de Vilhena.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO