Vacinação só semana que vem no município / Foto: Divulgação

A previsão atualizada do Instituto Butantan é que novas doses da Coronavac fiquem prontas no laboratório somente na quinta-feira, dia 6 de maio.

Visto que a logística de transporte envolve levar as doses até Guarulhos (SP), depois Porto Velho, depois até a 3ª Gerência Regional de Saúde do Cone Sul, a Atenção Básica de Vilhena e então aos postos de vacinação, a aplicação da segunda dose da Coronavac em Vilhena está suspensa até semana que vem.

O cronograma oficial do Instituto Butantan projeta a entrega de mais de um milhão de doses da vacina CoronaVac para a próxima quinta-feira, dia 6. Diversas capitais e centenas de municípios estão na mesma situação de Vilhena, aguardando mais doses para dar continuidade ao Programa Nacional de Imunização.

No fim de semana, Vilhena recebeu a 15ª e 16ª entrega de vacinas, com 290 doses do Butantan e 2.120 doses da Fiocruz. Contudo, destas poucas doses da Coronavac 90% são para segunda dose de forças de segurança e salvamento ou profissionais da saúde.

O médico e ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou durante evento que o atraso “não foi de responsabilidade do Instituto Butantan, mas sim do retardo de chegada de IFA (matéria-prima para produção de vacina) ao Brasil. Não por um problema diplomático, mas por questões administrativas e logísticas da indústria chinesa. Temos excelente relação com o governo chinês”.

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO