Vivian utilizou a tribuna da Câmara para explicações / Foto: Extra de Rondônia

A vereadora/professora Vivian Repessold (PP), utilizou a tribuna da Câmara, na sessão ordinária desta terça-feira, 4, para comentar dois assuntos que ela considerou importante: a absolvição na justiça de suposto crime eleitoral nas eleições e a aprovação do projeto de lei nº 6.072/2021, de sua autoria, que prioriza a vacinação dos profissionais da educação contra a covid-19 em Vilhena.

Ao comentar inicialmente o caso que ficou conhecido como “Escândalo das Cestas Básicas, Vivian disse que está mais tranquila e citou o nome da música do filme Frozen, “Let It Go”, ou, traduzido ao português, “Livre Estou” (leia mais AQUI).

“Hoje é um dia especial para mim. Há vários motivos. São menos de quatro meses na Casa de Leis e já passando por momentos difíceis. Mas provando, através da justiça, nossa inocência. Isso me deixa feliz, me dá tranquilidade e vontade de continuar trabalhando. Estou aqui, de coração aberto, bem tranquila, igual a ‘Let It Go’, Livre Estou”, desabafou.

Seguidamente, ela parabenizou os profissionais de Educação, afirmando que foram heróis durante a pandemia, se desdobrando e reinventando através de suas atividades em home office, e pediu a seus colegas parlamentares a aprovação do projeto da vacina, o que aconteceu por unanimidade em plenário.

“É um momento muito importante para a Educação. Agradeço aqui aos amigos da Casa de Leis. Quando falo de servidores da Educação, estou-me referindo a todos do setor, da rede pública e privada. É um grande avanço diante a possibilidade de retorno às aulas. Estamos com o início da vacinação no município e temos que ter um olhar especial para os professores e todos os servidores da Educação precisam estar imunes para receber os alunos, uma vez que não existe eficácia comprovada para os adolescentes e crianças”, concluiu.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO