Vereador Samir Ali (Podemos) / Foto: Extra de Rondônia

Entre os vários assuntos levados à tribuna da Casa de Leis na última sessão ordinária desta terça-feira, 4, o vereador Samir Ali (Pode) fez um desabafo com relação às informações fornecidas pela prefeitura de Vilhena.

Ele disse que, semanas atrás, a Câmara aprovou, por unanimidade, requerimento destinado à Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) para que o órgão forneça dados importantes ao Legislativo.

O ofício/resposta da Semagri chegou à Casa, mas com um detalhe: o documento estava completamente inelegível.

De acordo com Samir, não dá nem pra ver os números de CNHs dos motoristas descritos no documento, o que, para ele, é uma falta de respeito com os parlamentares.

“Lamentavelmente, a resposta veio inelegível. Não tem como saber o que está descrito. Fico triste com isso e não sei como é que a Semagri manda um documento desse para um vereador. Inacreditável. A impressão que dá é que o Executivo está desmerecendo o Legislativo. Nós temos contribuído para que a prefeitura possa realizar seu trabalho da melhor forma possível, votando e aprovando todos os projetos enviados à Câmara que são interesse da sociedade. Hoje (terça-feira), por exemplo, aprovamos a aquisição de duas caminhonetes para a Semagri. Porém, o Executivo precisa saber que nós temos nossos deveres, sendo um deles, a fiscalização. Nós queremos trabalhar em conjunto, cada um cumprindo com suas obrigações, fazendo o melhor para a população de Vilhena”, desabafou.

R$ 360 MIL PARA CAMINHONETES 4X4

Na sessão ordinária, a Câmara aprovou, por unanimidade, autorização para a compra de duas caminhonetes 4×4 para a prefeitura, no valor de R$ 360 mil, citado por Samir em seu discurso.

Os veículos serão direcionados à Semagri, com recursos provenientes do Governo Federal (Convênio FITHA) e contrapartida do Município (leia mais AQUI).

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO