Foto: Reprodução/Redes Sociais

Horas após o depoimento do presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, à CPI da Covid, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar os trabalhos do colegiado.

Em contato com apoiadores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada, também tornou a defender a impressão do voto nas eleições de 2022.

“Eu dei dinheiro para todo mundo e o investigado sou eu. Hoje, de novo, foram na tecla da cloroquina. O tempo todo. E o que eu falo aqui o pessoal bota lá: eu tomei e me dei bem”, disse o presidente, insistindo na propaganda de um medicamento sem qualquer eficácia comprovada contra a Covid-19.

Ao pedir mais uma vez a aprovação da chamada ‘PEC do Voto Impresso’, Bolsonaro retomou os ataques ao ex-presidente Lula, a quem se referiu de forma pejorativa.

“O pessoal fala do ‘barbudo’, o ‘nove dedos’, olha quem estava do lado dele. Olha o padrão dos meus ministros e o dos dele. Vai voltar aquela turma toda”, acrescentou.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO