Secretário municipal de saúde Sérgio Araújo / Foto: Divulgação

Sérgio Leão de Araújo, que é vereador licenciado, esteve na semana passada no Parlamento para comentar a respeito de controvérsias que vem sendo comentadas em redes sociais integradas por moradores da cidade, atendendo a convite do Poder Legislativo.

O secretário abriu seu discurso afirmando “não ter tempo para ficar nas redes sociais”, mas admitiu ter conhecimento dos rumores. Araújo também declarou que há muitas conversas sem sentido, e garantiu que com relação às vacinas a imunização vem acontecendo seguindo protocolos estabelecidos, cumprindo as determinações oficiais acerca dos grupos prioritários, com as devidas prestações de contas aos organismos de fiscalização.

Ele prestou conta acerca do atual estoque, mas questionou os mecanismos de controle oficiais do Ministério da Saúde, conhecido como vacinômetro. Em seu ponto de vista, há deficiências na forma com que os repasses são registrados, mas tirou o corpo fora quanto a própria responsabilidade acerca de eventuais controvérsias. “Quando a vacinadora vai a Regional retirar a vacina, ela assina um termo que retirou o produto. Ela vai acompanhada por uma guarnição da PM. Não sou eu quem vai retirar as vacinas”, declarou.

No entanto, ele ressaltou ter plena confiança em sua equipe, e que não acredita que alguém pode ter coragem de desviar o produto. Araújo reiterou várias vezes que a situação é normal e está sob controle, e que as denúncias em redes sociais não dispõem de fundamento.

Ele atribuiu a controvérsia ao desejo de todos por receberem a vacina, mas garantiu que em Parecis as coisas são feitas de forma correta. “Fazemos as coisas com responsabilidade”, afirmou.

O secretário prestou conta acerca do atual estoque, mas questionou os mecanismos de controle oficiais do Ministério da Saúde, conhecido como vacinômetro. Em seu ponto de vista, há deficiências na forma com que os repasses são registrados, mas tirou o corpo fora quanto a própria responsabilidade acerca de eventuais controvérsias. “Quando a vacinadora vai a Regional retirar a vacina, ela assina um termo que retirou o produto. Ela vai acompanhada por uma guarnição da PM. Não sou eu quem vai retirar as vacinas”, declarou.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO