João Paulo Pichek, presidente da Câmara de Cacoal / Foto: Divulgação

A sessão ordinária na Câmara de Vereadores que inicia às 9h desta segunda-feira, 24, deve ser uma das mais debatidas em plenário até o momento em Cacoal.

Isso porque está em pauta a votação dos vetos do prefeito Adailton Fúria (PSD) em relação a dois polêmicos projetos: o de número 18/21, que visa implementar medidas para efetivação da Lei “Maria da Penha” no município (leia mais AQUI), e a prioridade da vacinação em profissionais de segurança, educadores e outros (leia mais AQUI).

Os projetos, aprovados por maioria dos parlamentares em plenário, foram vetados pelo prefeito alegando vício de inconstitucionalidade.

Entrevistado pelo Extra de Rondônia neste domingo, 23, o presidente do Legislativo, João Paulo Pichek (Republicanos), se manifestou quanto aos assuntos. Ele, inclusive, é coautor do projeto das vacinas.

Apesar dele decidir nos projetos apenas através do voto de minerva (isso é, quando há empate em número de votantes em plenário), Pichek se manifestou, em plenário, favorável aos projetos e garantiu que o Poder Legislativo tem independência para agir quanto a ser atos.

“Particularmente, sou favorável aos projetos. Isso já deixei claro desde o início. Se já declarei isso lá atrás, seria muita hipocrisia minha votar contrário agora. Acredito que a maioria dos vereadores que votou favorável vai seguir esse raciocínio. A Câmara Municipal tem independência própria. Sou até coautor de um deles (das vacinas). Minha vontade é, realmente, que a educação voltasse o quanto antes, já que há muitos alunos que não têm acesso à educação adequada”, observou.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO