Sessão foi realizada na terça-feira / Foto: Divulgação

Em Sessão Plenária na terça-feira 25, o senador Confúcio Moura (MDB – RO), presidente da Comissão Interna da Covid (CTCovid-19), lembrou que houve recentemente uma sessão temática no Senado Federal em que o tema discutido por especialistas espetaculares foi a educação, a volta às aulas. Para o senador, o assunto que tem muito a ver com a pandemia.

De acordo com o parlamentar, foi quase um ano e meio com os alunos fora da sala de aula física, tentando de todo jeito criar um modelo híbrido que ninguém sabe direito como funciona. O senador afirmou que houve nesse período, praticamente, uma devastação na educação básica que já era ruim.

Quando a educação brasileira é avaliada internacionalmente, o país perde feio pela falta de qualidade da aprendizagem, argumenta o senador. O tema educação, segundo ele, é um tema que todos falam, mas, na realidade, pouca gente faz. Fica no discurso e a coisa não anda. “Perdidos ficam os alunos, afastados. E o prejuízo geracional para o Brasil é incalculável economicamente”, asseverou.

O parlamentar destacou que os especialistas da sessão temática estimularam muito a volta às aulas e que há protocolo de todo mundo. “Todo mundo está produzindo protocolos! Há protocolo do Ministério da Saúde, há protocolo dos conselhos, há protocolo do Todos pela Educação, há protocolo de muitos estados federados muito bem feitos. Cada município pega esses protocolos, ajusta-os às suas realidades, e vamos tocar a educação!”, disse.

Otimista, Confúcio Moura enfatizou que o país logo voltará às aulas. “Para que a gente possa animar, trazer de volta os nossos jovens, as nossas crianças para as aulas. Os pais estão perdidos! A gente precisa dessa retomada, dessa reconstrução nacional através da educação”, finalizou.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO