Representantes da Educação definiram detalhes do evento / Foto: Divulgação

Na última semana, representantes da Educação municipal se reuniram com o Governo do Estado para definir os detalhes finais da realização do Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera), uma mostra de talentos dos estudantes do Estado que neste ano será realizada de forma on-line.

O “Fera Virtual 2021” é uma realização da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e seguirá as normas de prevenção em respeito ao decreto de calamidade pública da covid-19 por ser realizado de forma virtual.

O Festival incentiva a Cultura no ambiente escolar, dando importância para diversos segmentos e linguagens artísticas das escolas. Poderão participar do Fera, todos os estudantes devidamente matriculados nas escolas da rede estadual de ensino a partir dos 12 anos de idade. Nesta edição, os materiais devem ser produzidos de forma individual, abrangendo um total de oito segmentos: música, dança, teatro, fotografia, pintura, desenho, escultura e cinema.

Os estudantes podem se inscrever, preenchendo o formulário através do link: https://forms.gle/TjvNxXFukfg4brJi6. Para esta edição, serão somente aceitos os materiais produzidos no período da pandemia, desde março de 2020 até agora, com sua devida comprovação de data.

Em reunião com a Coordenação Regional de Educação (CRE), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) definiu detalhes do projeto que as secretarias realizarão em conjunto. O Fera é executado também pela Diretoria Geral de Educação (DGE), através da Gerência de Educação Física, Arte, Cultura e Esporte Escolar da Seduc.

A princípio a Prefeitura de Vilhena deverá fazer o papel de intermediária entre os alunos e o Estado, recebendo os materiais artísticos, como ponto de apoio. Dúvidas podem ser sanadas pelo telefone 3321-4300.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO