Prédio da Câmara de Vilhena após a reforma / Foto: Divulgação

A Câmara de Vilhena aprovou o Projeto de Lei 6.112/2021, que destina R$ 210 mil para a compra de uma caminhonete.

O veículo será utilizado pela Defesa Civil do Município. A votação aconteceu durante a 14ª sessão ordinária, na manhã desta terça-feira (08).

No projeto, o Poder Executivo pediu autorização para abertura de crédito adicional suplementar, no valor de R$ 210 mil, no orçamento-programa do gabinete do prefeito. O recurso é oriundo de superávit financeiro.
Contudo, após verificar a proposição, os vereadores pediram à prefeitura os requisitos do veículo pretendido e sugeriram a compra de uma picape compacta, ao invés da caminhonete.
A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil respondeu e explicou que o veículo pequeno não atenderia às necessidades da Defesa Civil, visto que os agentes atuam em áreas de risco e, muitas vezes, de difícil acesso.
A coordenadoria apresentou também as características da caminhonete que deve ser comprada: quatro portas, carroceria, com tração 4×4 e câmbio manual ou automático. Conforme a prefeitura, o veículo será de grande importância para agilizar o deslocamento dos agentes, melhorando o desempenho dos trabalhos executados.
A Defesa Civil atua em ações de prevenção e monitoramento de áreas com possibilidade de desastres. Além disso, realiza intervenções em áreas de risco, como estabilização de encosta, contenção de erosões, realocação de famílias e demais ações que visem diminuir a vulnerabilidade da população a desastres.

O projeto foi aprovado por unanimidade e segue para sanção do Executivo.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO