Prédio do Ministério Público em Vilhena / Foto: Extra de Rondônia

O Ministério Público de Rondônia (MP), através da Promotoria de Justiça de Vilhena, determinou ao Município de Vilhena na última quinta-feira, 10, a disponibilização de indicadores da área da saúde pública e que fossem publicados todos os dados referentes à Covid-19 por meio de boletins diários divulgados nos canais da Prefeitura e, também, enviados a Promotoria de Justiça – Curadoria da Saúde.

O Promotor de Justiça, Paulo Fernando Lermen, esclarece que a decisão foi tomada objetivando o fortalecimento das ações de monitoramento, avaliação e a tomada de decisão vinculada ao controle das políticas públicas de saúde.

Outra medida da Promotoria de Justiça foi fiscalizar a regularidade dos profissionais, bem como averiguar o cumprimento de carga horária/contrato por servidor (es), a necessidade de adequação do atendimento, da estrutura, materiais, equipamentos, instalações e serviços na Central de Atendimento à Covid-19, na Ala Neonatal – UTI, anexo ao Hospital Regional Adamastor Teixeira de Oliveira.

Para a Promotoria, da análise detida dos Boletins Diários da Covid-19, no site da Prefeitura de Vilhena e das informações remetidas a esta Curadoria pela Secretaria Municipal de Saúde de Vilhena, extrai-se que em relação aos atendimentos efetuados no Ambulatório COVID-19, tais números só foram fornecidos até o dia 18 de maio de 2021 faltando, portanto, as informações a partir do dia 19 de maio de 2021, não havendo quaisquer justificativas por parte da Prefeitura de Vilhena acerca da ausência desses cômputos.

O promotor reforça que todos os dados e as medidas de enfrentamento a Covid-19 devem ser amplamente divulgados na mídia, principalmente no que diz respeito ao fluxo diário de pessoas que buscam os primeiros atendimentos com suspeita desse mal.

Desde o início da pandemia, o MPRO acompanha e recomenda o cumprimento das medidas preventivas por parte dos órgãos competentes.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO