Prefeito Adailton Fúria (PSD) / Foto: Extra de Rondônia

A sessão ordinária na Câmara de Cacoal realizada na manhã desta segunda-feira, 14, foi marcada pela presença da Secretária Municipal de Ação Social e Trabalho (Semast), Michelle Pavani, que foi sabatinada na tribuna da Casa.

Requerido pelo vereador Valdomiro Corá (MDB), Pavani foi ao Legislativo para esclarecer a perícia, solicitada à Polícia Federal, do computador utilizado no polêmico sorteio das casas populares realizado no final de dezembro de 2020. Num momento da sabatina, Pavani chorou, o que emocionou a plateia, arrancando aplausos dos presentes e até de parlamentares (leia mais AQUI)

Contudo, Corá disse que o choro foi em vão e considerou Pavani e o prefeito Adailton Fúria (PSD) responsáveis pelo drama vivido pelas 300 famílias beneficiadas com as casas populares

“Prestando atenção na fala da secretária e o choro dela, fiquei imaginando e lembrando: ela fez chorar 300 famílias carentes em Cacoal. Hoje, o choro dela aqui, foi em vão. Um choro de gente dengoso. Deixaram 300 famílias passar um Natal Feliz e, de repente, veio essa perseguição”, argumentou.

Corá revelou que foi vereador junto com Fúria, na mesma legislatura, e, numa conversa na ocasião, o atual prefeito teria dito que seu papel era fazer críticas, porque assim ele iria de chegar onde gostaria. “Se Fúria quer aparecer, igual ele gosta, sugiro que vai em Brasília e consiga mais casas populares”, observou.

Corá continuou seu raciocínio fazendo uma análise e previsão do mandato de quatro anos de Fúria à frente da prefeitura de Cacoal. “Não vai fazer nada. Ele brigou com quem manda. O governo do Estado tem o dinheiro. Nada, nada, o governo era para estar fazendo 30 kms de asfalto em Cacoal. Mas como o prefeito tem o nariz empinado, que sabe de tudo. Pare com esse negócio de querer se melhor que os outros”, argumentou.

INDIRETAS A COLEGAS DE PARLAMENTO

Ainda, na sessão, Corá mandou indiretas a seus colegas de parlamento por questões relacionadas ao sorteio das casas populares. “Cada um tem seu mandato e faz o que quer com ele. E ninguém vai conseguir nada fazendo pressão. Não venham dando uma de João sem braço pra cima de mim, já que não sou pau-mandato de prefeito”, disse.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO