Prédio da Câmara de Vilhena / Foto: Extra de Rondônia

O radialista Júlio César Silva protocolou, na manhã desta terça-feira, 15, requerimentos na Câmara de Vilhena solicitando informações de procedimentos de diárias de uma comitiva de vereadores que foi semana passada até Porto Velho.

Ademir Alves (DEM), Pedrinho Sanches, Zé Duda, Dhonatan Pagani e Vivian Repessold foram à capital entre os dias 08 a 12 de junho, argumentando “reunião com a bancada de deputados estaduais em busca de emendas parlamentares”.

Cada um obteve quatro diárias, no valor total de R$ 1,8 mil, conforme apontam dados do Portal da Transparência.

Para o comunicador, no entanto, não acredita na justificativa apresentada e afirma que os vereadores foram até Porto Velho para bajular o governador e gravar vídeo com o deputado estadual Luizinho Goebel, novamente falando dos 7 km de asfalto que o governo destinou para Vilhena.

“Isso é uma vergonha. Deveriam é pedir mais asfalto. Enquanto que outros municípios polos receberam 25 km, Vilhena teve apenas 7 km. Com o devido respeito aos parlamentares, mas o único que eles conseguiram é gastar mais de R$ 10 mil de dinheiro público num momento delicado em que dados da prefeitura de Vilhena apontam o aumento da covid-19 no município. Com isto, o intuito é também alertar para evitar uma possível ‘farra’ de diárias no Legislativo vilhenense”, disse ao Extra de Rondônia.

Julinho disse que os vereadores terão prazo de 20 dias para responder e que, caso contrário, levará o caso ao Poder Judiciário.

“Terão que apresentar os recursos que conseguiram e os problemas que resolveram, ou irei a justiça pedir que os valores gastos sejam devolvidos”, encerrou.

Requerimento protocolado no gabinete do vereador Ademir Alves / Foto: Divulgação

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO