Vivian utilizou a tribuna da Câmara para explicações / Foto: Extra de Rondônia (arquivo)

Na sessão ordinária desta terça-feira, 15, na Câmara de Vilhena, a vereadora Vivian Repessold (PP) fez um breve relato da viagem, feita semana passada, de uma comitiva de parlamentares – da qual ela fez parte – a Porto Velho.

A viagem dela e de mais quatro colegas do parlamento (Ademir Alves (DEM), Pedrinho Sanches, Zé Duda e Dhonatan Pagani) motivou solicitação formal do radialista Júlio César Silva de todos os procedimentos de diárias da comitiva (leia mais AQUI).

Ao ocupar a tribuna da Casa de Leis, Vivian iniciou seu discurso agradecendo a disponibilidade do deputado estadual Luizinho Goebel, que não mediu esforço para auxiliar a comitiva.

“Quero agradecer e reconhecer o respeito que Luizinho teve com estes parlamentares em Porto Velho. Ele parou sua agenda de compromissos para nos acompanhar nos locais onde temos demandas. Levamos à capital quase 8 ofícios e Luizinho saiu com a gente, disponibilizou o tempo dele, para poder nos auxiliar. Num dia fizemos cinco agendas. Isso, para um vereador, é trabalho de 15 dias. Nós voltamos com notícias boas, como a reforma do posto fiscal, a usina de asfalto que estará em Vilhena e outros benefícios”, explicou.

Depois, ao falar das críticas pela suposta “farra de diárias”, Vivian foi enfática ao dizer que irá quando for necessário.

“Se for olhar pelas críticas, nós vamos ficar sentados aqui e não vamos fazer nada. Que continuem criticando, mas sempre que for necessário ir a Porto Velho conversar com deputados, buscar emendas e solucionar alguma coisa, nosso papel também é esse. Infelizmente, com relação às críticas, vamos ter que se acostumar com elas”, desabafou.

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO