Prefeitura de Colorado do Oeste/Foto: Extra de Rondônia

O chefe do Executivo de Colorado do Oeste expediu neste sábado, 18, decreto que mantém o Município em estado de calamidade pública em virtude da pandemia, e estabelece as normas a serem adotadas ou mantidas diante de tal situação.

A normativa determina regras para quarentena e distanciamento controlado, além de estipular o que são serviços considerados essenciais assim como classifica os grupos de risco.

De acordo com o decreto ficam suspensas as visitas em hospitais e casas de abrigo, e os comerciantes devem tomar medidas de controle de estoques de produtos de primeira necessidade a fim de evitar o desabastecimento. Eles também devem criar normas para atendimento de pessoas enquadradas nos grupos de risco em horário diferenciado.

As aulas presenciais na rede municipal permanecem suspensas até 30 de setembro, e nas escolas privadas há condições determinadas para o retorno, vinculadas ao queda nos indicativos de saúde, como os índices de internações hospitalares em virtude da pandemia.

Comércio e indústria podem trabalhar seguindo regras elencadas no decreto, com restrições de número de pessoas, de acordo com o tipo de atividade que exercem. Atividades religiosas também estão liberadas, mas com restrições.

Balneários e clubes continuam proibidos de funcionar, assim como devem permanecer inativas boates e casas de shows. Festas particulares também permanecem proibidas para evitar aglomerações.

Saiba detalhadamente sobre as normas vigentes no decreto acessando o documento na íntegra:

>>>Veja decreto na íntegra:

Decreto 120-2021

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO