Três vereadores de Cabixi, na região sul de Rondônia, incluindo a presidente do Parlamento, além de uma servidora, estão no Rio de Janeiro.

O grupo participa do Curso Técnico de Soluções para Gestão Eficiente do Poder Legislativo Municipal, capacitação de nível nacional com vários expoentes nas áreas de abrangência do treinamento, que inicia nesta terça-feira, 22, e vai até a sexta-feira, 25.

Participam da iniciativa os vereadores Jucieli Andrade de Carli (presidente /DEM), Adriano Sales (vice-presidente /PP) e Roque Farias (PP). O curso atraiu vários legisladores de todo o país.

Entrevistada pelo Extra de Rondônia, Jucieli disse apenas que “a iniciativa trará resultados positivos para o Poder Legislativo cabixiense”.

Os temas são abrangentes, e vão desde gestão administrativa do Legislativo até perspectivas do cenário político e econômico nacional pós pandemia. Também serão tratadas questões relativas a elaboração de projetos relacionados ao Orçamento Municipal, caso das PPA, LDO e LOA; assim como noções de neurociência para dinamizar as ações do mandato parlamentar.

Os vereadores viajaram com diárias de R$ 3.780,00 cada um para todo o período, enquanto a servidora que os acompanhará recebeu R$ 3.000,00 para custeio das despesas, totalizando R$ 14.340,00.

Além disso, conforme o convite do evento, cada participante pagou R$ 750,00 de inscrição. Não há detalhes desta informação no Portal da Transparência para saber se a inscrição foi paga pelo Legislativo ou pelos próprios parlamentares.

Portal da Transparência informa despesas com diárias da presidente da Casa, Jucieli de Carli / Foto: Extra de Rondônia
Cada participante deve pagar R$ 750,00 de inscrição / Foto: Extra de Rondônia
sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO