Foto: Ilustrativa

Em horário distintos, N.M.R., de 73 anos e O.D.L., de 71 anos procuraram a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e relataram que haviam sido vítimas de estelionatários, em Vilhena.

N.M., contou que recebeu uma ligação, de um telefone fixo, onde a pessoa disse que era do Banco do Brasil e que estava sendo feita uma compra no valor de R$ 4 mil no seu cartão.

Em seguida a pessoa disse para a vítima ligar no número que estava atrás do seu cartão, e a mesma ligou, do outro lado da linha a pessoa falou para a vítima colocar os cartões que ela tinha em uma sacola que um funcionário da FEBRABAN iria passar e levar, em seguida chegou um rapaz baixo, branco, de máscara, mostrou um cartão de funcionário da FEBRABABN e disse que chamava Gilmar Alencar, pegou os cartões e saiu.

Logo após, a vítima recebeu várias notificações que foram feitas compras no valor de R$10 mil no cartão de crédito do Banco do Brasil e R$1.650,00 no cartão de débito da Caixa Econômica Federal, foi aí que a vítima percebeu que havia caído em um golpe e procurou a Unisp para registrar a ocorrência.

No outro caso, O.D.L., também relatou que foi contatada por uma pessoa com voz feminina dizendo que era do Banco do Brasil e que estava sendo feita uma compra no valor de R$1.890,00 no seu cartão que era para a mesma ligar no número que estava atrás do seu cartão.

A vítima seguiu as orientações e ligou e a pessoa disse que era para a vítima colocar os cartões que ela tinha em uma sacola que um funcionário do Banco do Brasil iria passar e pegar.

Alguns minutos depois chegou um rapaz baixo, branco, estava sem máscara, tinha um papel e pediu para a vítima assinar, em seguida saiu e entrou num carro de cor bege, a vítima percebeu que havia 4 pessoas no veículo.

Contudo, a vítima ficou pensando porque levariam os cartões, e nesta quarta-feira, 23, foi ao banco e descobriu que havia sido feito PIX de R$ 9 mil numa conta de uma mulher de iniciais A.C.L.A., e outro PIX no valor de R$ 8 mil em nome de um homem com iniciais M.E.Q.E., um saque no valor de R$ 650,00 e uma transferência no valor de R$ 2.143,00 para a pessoa de iniciais D.V.B.S., só então a vítima percebeu que havia caído num golpe e procurou a Unisp para registrar a ocorrência.

A Polícia Civil trabalha para identificar e prender os golpistas, e alerta a população para que tomem cuidado e não passem nenhuma informação pessoal para desconhecidos e não entregue cartões bancários a ninguém, se acaso forem contatados denunciem.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO