Wilson Tabalipa em visita à redação do Extra de Rondônia / Foto: Arquivo

O vereador Wilson Tabalipa (PV) apresentou indicação ao prefeito Eduardo Japonês (PV) para implantar em Vilhena o programa “Tudo Aqui”, que centraliza num só local vários serviços públicos à comunidade.

A proposta conta com apoio do deputado Luizinho Goebel (PV), entusiasta do projeto, que foi criado em Rondônia no ano de 2.015, e visa atender as cidades polo do Estado.

Sendo uma espécie de “balcão multisserviços”, o programa “Tudo Aqui”, centraliza para a cidade vários atendimentos, como Instituto de Identificação Civil e Criminal para expedição de Carteira de Identidade, Central de Informações ao Imigrante e Refugiados, Correios, Defensoria Pública, DETRAN, SINE, PROCON, Banco do Brasil, Ministério Público, e outros.

Como o governo do Estado de Rondônia pretende que o “Tudo Aqui” atinja toda a população do Estado, democratizando a população o acesso à informação e execução desses serviços públicos com celeridade, credibilidade e eficiência, o vereador pede que a prefeitura interceda no sentido de viabilizar o projeto na “Cidade Clima da Aazônia”.

Ao Extra de Rondônia, Tabalipa explicou que a implantação desse programa vai facilitar ao cidadão vilhenense o acesso e rapidez aos serviços oferecidos pelo Governo, “que contará com todos esses órgãos no mesmo local, e será uma grande conquista para o município”.

Ele também reiterou que seu gabinete está de portas aberta à comunidade, e os vilhenenses que tenham algum projeto para indicar ao vereador podem entrar em contato com ele através de suas redes sociais ou no gabinete na Câmara de Vereadores.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO