Dhonatan Pagani (PSDB) e Eduardo Japonês (PV) / Foto: arquivo

A Câmara de Vilhena realizou a primeira sessão ordinária de julho na manhã desta terça-feira, 6.

Entre os diversos assuntos debatidos em plenário, um chamou a atenção dos presentes e dos internautas: a revelação de um número recorde na contratação de comissionados na prefeitura de Vilhena, num total de 675 servidores que superam despesas de R$ 12 milhões, podendo superar os R$ 13 milhões até final de 2021.

A denúncia foi levada à tona pelo vereador Dhonatan Pagani (PSDB), durante seu pronunciamento na Tribuna da Casa de Leis.

O parlamentar divulgou áudio de uma entrevista do prefeito Eduardo Japonês concedida à reportagem do Extra de Rondônia em agosto de 2018, no início do seu mandato (OUÇA NOVAMENTE O ÁUDIO AQUI).

Na ocasião, o mandatário encontrou a prefeitura com 447 comissionados (430 servidores e 17 secretários) e prometeu reduziria esse percentual em 40%, o que representaria 179.

“O prefeito prometeu reduzir em 40%. Na época tinha 400 cargos comissionados. Mas fez o contrário, aumentou em 70%: de 400 foi para 675 comissionados na prefeitura de Vilhena”, desabafou.

Pagani apresentou um relatório da contratação do número de comissionados e a despesa mensal. Ele informou que em janeiro de 2021 foram 565 comissionados; em fevereiro 458; março 620; abril: 637; maio: 664 e junho: 675.

“Esse é o recorde do ano, até o momento. Mais de 110 cargos em menos de 6 meses. Mas é pandemia e não pode-se pagar gratificação, insalubridade, não pode pagar ao enfermeiro do hospital que ganha pouco, verifiquem o valor do plantão da cozinheira do Hospital Regional”, questionou.

Ainda, o vereador apresentou a evolução dos gastos com comissionados em 2021. Segundo ele, janeiro teve gastos de R$ 908 mil; fevereiro: R$ 950 mil; março: R$ 1.074,000,00; abril: R$ 1.093,00; maio: R$ 1.150.000,00, e junho: R$ 1.159.000,00.

Ao analisar despesas anuais, ele informou que a prefeitura de Vilhena gastou R$ 11 milhões com comissionados em 2019, R$ 12.242.00,00 em 2020 e R$ R$ 6.336,00 nos seis primeiros meses de 2021, com previsão de fechar o ano com mais R$ 13 milhões.

“Tem para comissionados, mas não temos dinheiro para contratar os concursados. O Tribunal de Contas (TC) já disse que pode sim, nos setores da Educação e Saúde. É fato e contra isso não há argumentos. A prefeitura vai mostrar os ‘floreios’, de que está tudo bonito. Mas eu faço meu papel, doa a quem doer, de mostrar o que tem que ser feito. Se eu não cobrar e fiscalizar, não sirvo para nada. Inclusive, se for necessário, entraremos com representação junto ao TC para que sejam avaliados esses gastos, porque para chamar os concursados não tem”, observou.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO