Ezequiel Neiva (PTB) / Foto: Divulgação

A partir de janeiro do próximo ano, os policiais militares e bombeiros militares de Rondônia poderão contar com o reajuste salarial de quase 25%, o projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa no final da noite de terça-feira 06.

Relator do projeto encaminhado pelo Governo de Rondônia, o deputado Ezequiel Neiva (PTB), que é sargento da reserva da Policia Militar (PM), disse que a reposição de parte das perdas salariais foi um avanço conquistado após dias e dias de debates entre governo, as categorias e os deputados estaduais.

Em sua relatoria, Ezequiel Neiva apresentou uma emenda para a supressão do artigo terceiro da matéria de número 1241/2021, registrada na Assembleia com a mensagem de número 178,  que impedia reajustes gerais para as categorias beneficiadas. Dessa forma, caso o governo conceda qualquer aumento ao funcionalismo público no próximo ano, a PM e os Bombeiros poderão ser incluídos.

O deputado ressaltou que, “o reajuste não foi o que as forças de segurança almejavam, mas que pode ser considerada uma vitória neste momento”. Neiva recebeu do presidente da assembleia, deputado Alex Redano (Republicanos), a missão de relatar a matéria sobre a reposição salarial da PM e Bombeiros.

“Agradeço a confiança que o presidente da Casa e os demais deputados estaduais depositaram em minha pessoa, para poder relatar um projeto tão importante”, declarou o parlamentar.

Ao discursar em prol das categorias, Ezequiel Neiva afirmou que a Polícia Militar estava há quase sete anos sem reposição salarial, ocupando um dos últimos salários do Brasil. Disse que a PM merece um carinho especial por parte do governo, por trabalhar diariamente contra a criminalidade. “Mesmo sem a devida valorização, Rondônia tem uma das policiais mais sérias do país. Merece respeito e dignidade”, declarou.

Ezequiel Neiva encerrou seu discurso falando da honra de ser o relator do projeto que tratou sobre a reposição de parte das perdas salariais dos PM’s e Bombeiros.  “Foram mais de 20 anos de trabalho na Polícia Militar de Rondônia. Hoje sou sargento da reserva e deputado estadual. Tive a grata satisfação de poder brigar pela nossa categoria”, destacou o relator da matéria de número 1241/2021, registrada na assembleia com a mensagem de número 178.

PROMOÇÃO

Em outro projeto, relatado pelo deputado Jhony Paixão, Ezequiel Neiva apresentou uma emenda para alterar a lei que limita a promoção de militares. Com a alteração proposta por Neiva e aceita pelos demais deputados, o policial que é terceiro sargento e que pode ser promovido a segundo sargento, ou primeiro sargento, ou subtenente, desde que haja vagas, o governo poderá reduzir o interstício, ou seja, reduzir o tempo para a promoção.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO