Júlio Iago Vieira Trindade, de 52 anos / Foto: Divulgação

O Coronel da Polícia Militar Júlio Iago Vieira Trindade, de 52 anos, faleceu nesta quinta-feira, 08, na cidade de Caçapava do Sul (RS), em decorrência de complicações da Covid-19.

Em sua página no Facebook, o 4° Batalhão de Polícia Militar (BPM) homenageou o policial e informou que Iago ingressou na Corporação em 06 de março de 1995, onde atuou por mais de 20 anos. Destacou sua carreira comandando o 4º Batalhão em Cacoal-RO, estando a frente nos anos de 2017 e 2018.

Na página, o subcomandante do 4° BPM, Major PM Cícero Rodrigues da Silva, assim que foi informado sobre a morte do policial, externou em suas palavras: “O militar, que partiu de forma inesperada, era atuante, dedicado, competente, extremamente gentil e prestativo. O Coronel PM Iago fez a diferença na vida das pessoas e por onde passou, com certeza, fará muita falta à Família Policial Militar, mas deixa a marca de um grande homem e um excelente profissional, que sempre atuou em defesa da sociedade rondoniense. À família enlutada apresentamos nossos sentimentos de solidariedade e respeito pela imensa dor que, com certeza, invade a alma e ultrapassa qualquer entendimento de lógica. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames, rogando ao Soberano Deus que conforte a todos”.

O prefeito Adailton Fúria também lamentou o falecimento: “A partida do Coronel Iago, tão repentina, causa enorme dor, não apenas aos seus familiares, mas a todos nós, cacoalenses, que o admirávamos por sua preocupação em fazer de todo o 4º BPM uma Polícia Cidadã, a serviço do ser humano.  Somos testemunhas de quão honrado ser humano ele foi e que agora marcha ao encontro de Deus”, disse o mandatário municipal.

Em sua página no Facebook, o 4° Batalhão de Polícia Militar (BPM) homenageou o policial / Foto: Divulgação

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO